Receba conteúdo exclusivo por e-mail

Suas atitudes de sucesso nascem dos seus sentimentos e seus sentimentos nascem das suas verdades

''A dificuldade é só um filtro para que as grandes oportunidades não percam tempo com quem não está disposto a se comprometer.''


Para você ter um ponto de vista a mais, separei aqui 3 situações que rotineiramente conduzem empreendedores ao sofrimento.


Lembrando que não há nada de errado em não se comprometer com algo que claramente não é uma prioridade e não representa propósito de valor para alguém.

Se for o caso, não haverá sofrimento - mesmo diante das mais sutis turbulências – para abrir mão disso ou daquilo.


Porém, a maioria dos problemas reside na falta de clareza sobre em que modo os empreendedores estão operando. Isso faz com que sofram desnecessariamente, demasiadamente e acabem sentindo-se desmotivados a seguirem em frente.

Acenda a lanterna da autorresponsabilidade e experimente filtrar seus esforços nestes indicadores.


Caso sinta que está em algum deles, reveja as verdades – afirmações que parecem reais para você - que iniciaram e que estão sustentando você neste cenário.

Avalie o quanto elas são efetivamente importantes para você e o quanto você ainda está disposto a mantê-las:


1 – Empreendendo por obediência: quando embarcou no propósito e nos valores de outra pessoa por afinidade, por força de alguma figura de autoridade ou mesmo sente-se forçado pelo contexto de uma situação. Exemplos: abri minha empresa porque perdi meu emprego e foi minha única saída. Tenho que dar continuidade ao legado dos meus pais porque devo isso a eles. Meu amigo está ganhando dinheiro com sua empresa e disse que se eu montar a minha posso faturar também.


2 – Empreendendo por apego e resistência: é não deixar ir e sustentar sentimentos cujas motivações estão no passado comandando as decisões do presente. Exemplos: abri minha empresa porque nunca mais quero ter chefe! Larguei tudo para começar meu negócio e nunca mais ter que dar satisfação pra ninguém! Vou abrir minha própria empresa e mostrar para os meus antigos sócios que eu estava certo desde o início.


3 – Empreendendo em negação: quando se recusa a aceitar ou enxergar uma realidade contrária aos seus pontos de vista. Exemplos: tenho certeza de que ao abrir esta empresa não terei concorrentes. Não consigo lucrar mais porque o mercado está prostituído. Não é justo eu me dedicar tanto e as pessoas não reconhecerem o meu trabalho.

Este exercício não propõe uma resolução total dos problemas, mas tende a te deixar um pouco mais desperto para superar os desafios no seu caminho com mais clareza sobre ‘’valer a pena’’.


Suas atitudes de sucesso nascem dos seus sentimentos e seus sentimentos nascem das suas verdades. Torço para que você fique apenas com as que fazem seu coração cantar.

Espero ter colaborado um pouco mais com o seu caminho de progresso. Que você possa empreender mais, por mais e mais rápido.


Sonhe grande. Pratique o bem. Vamos em frente.

#ProjetoVamosEmFrente #ArthurGalvão #MarketingDePercepção #MaisPorMaisMaisRápido

0 visualização
Criatividade
Superando
Desafios
  • Facebook
  • Instagram
Missão
Fazer da comunicação uma ferramenta efetiva de valorização da imagem do cliente e que potencializa os resultados de seus investimentos.
Política da Qualidade
Fortalecer a imagem da empresa perante o mercado, encantando os clientes e aprimorando o controle dos processos para alavancar o crescimento do negócio de maneira consistente e sustentável. Equipar os colaboradores com recursos que permitam aplicar 
seu máximo potencial para realizar suas atividades, garantindo eficiência na gestão da qualidade.
Visão
Ser reconhecida como empresa referência no 
desenvolvimento e gestão de marcas
no Brasil.
Valores
Ética
Entusiasmo
Entrosamento
DPI COMUNICAÇÃO  . Todos os direitos reservados
DPI - Pasta de Papel.png
  • Facebook
  • Instagram